Destaque (Slide Show)NotíciasNotícias do GamaPolítica

Jaqueline Silva inaugura zonal do PTB no Gama

Deputada mostra força no terceiro ato de filiação realizado neste domingo

Neste domingo dia 14 de abril, a deputada Jaqueline Silva, presidente do PTB-DF, mostrou sua força ao mobilizar em torno de 400 pessoas na cidade do Gama, de acordo com a organização do evento. Em ato de Filiação a deputada anuncia a criação da Zonal PTB Gama e dá posse para o presidente da Zonal, Ítalo Miranda, secretária geral, Joanildes Henrique, presidente do PTB jovem, João Rafael, a presidente do PTB mulher, Kelly Cristina e o presidente da ala das pessoas com deficiência do PTB, Elson Vasco.

PTB Zonal Gama

Compareceram no ato vários nomes conhecidos no cenário político do DF, como o Professor Jordenes, Risomar Carvalho, Todi Moreno e Ernesto Gold. Além de comunicadores, como Donny Silva e Israel Carvalho. Algumas lideranças marcaram presença, buscando conhecer as propostas e alguns, inclusive, se filiaram ao partido, caso do Adelino dos Bois, nome conhecido na cidade.

O poder emana do povo

Jaqueline dá ênfase no discurso que faz desde a campanha em 2018, o mandato é para a população, as decisões são e serão tomadas de baixo para cima e jamais impostas por sua equipe. A deputada incita a população a visitá-la no gabinete 3 da câmara legislativa do DF, deixando claro que é necessário que os moradores do Gama e Santa Maria mostrem suas demandas e reivindicações e busquem o diálogo com sua representante democraticamente eleita.

Membros do PTB informam aos novos afiliados, seus futuros colegas de partido, que dentro do partido as coisas são feitas de forma clara e objetiva; buscando sempre atender as demandas sociais. Muitos dos membros compartilharam o discurso de que sem política nosso país careceria de direitos e estaria em uma situação muito pior do que a atual.

História (contraponto a divulgação do ato)

O atual PTB, mesmo mantendo o mesmo nome e tendo como fundador um dos Vargas (Ivete Vargas) , além de se declarar, em seu programa, como nacionalista, defensor da autonomia sindical e dos direitos trabalhistas consagrados na CLT, mesmas bandeiras defendidas pelo PTB de 1964; não pode ser considerado o mesmo partido daquela época, na visão de alguns estudiosos.

O partido aprendeu com o passado e vem colaborando com os governos federais, o que torna o partido alvo de críticas pelos defensores do PTB de outrora, que tem um papel fundamental no rumo tomado pelo país em 1964, em consequência do crescimento da ala radical do partido, somado com o crescimento do medo dos seus adversários e da população, culminou na falta de apoio do ex-presidente João Goulart e, finalmente, na marcha da família com Deus pela liberdade, fator político decisivo para o golpe cívico-militar de 1964.

Galeria do fotos, clique aqui!

Por Danrley Pereira – Da Redação do Gama Cidadão

Tags

Danrley Willyan

Social Midia, Jornalista (número de registro: 0012449/DF) e Desenvolvedor Web

Artigos relacionados

Portal de Notícias Gama Cidadão o
Fechar