Liliane Roriz cresce como provável candidata a governadora

 img

Eis a discussão que se faz na campanha de José Roberto Arruda:
-Qual o percentual cativo de votos que Joaquim Roriz tem nesta eleição de governador?
 

Levando-se em conta a performance da candidata Weslian Roriz na eleição de 2010, dá para afirmar que Roriz detém mais de 15% dos cerca de 30% de votos do Arruda.
E aí o raciocínio evolui. Dia 15 é o último prazo para a troca de candidatos. Pragmático e experiente, Roriz não vai naufragar abraçado no Arruda.

No fim de semana, o grupo rorizista vai fechar uma nova chapa para concorrer ao GDF – com ou sem apoio do Arruda.
Há dois dias, Roriz andou por algumas cidades do DF, com limitações físicas, mas fez discursos políticos dirigidos aos públicos onde é idolatrado.

Surpreendeu vê-lo apresentar a filha, distrital Liliane Roriz, como sua sucessora, afirmando que ela tem porte para ser candidata a governadora.

Gosto da Liliane, a quem vi quase adolescente. É ótima deputada distrital e surge como a única herdeira do pai, diante dos desacertos que cercaram a irmã, deputada federal Jaqueline Roriz. Ela está bonita, segura de si, com sorriso feliz – mais ainda desde que deixou de ser a “vice” do Arruda, fardo que carregou durante poucos dias.

Liliane passa a ser a principal opção para suceder Arruda nessa disputa onde os candidatos Agnelo Queiroz (PT), Rodrigo Rollemberg (PSB), Toninho (Psol) e Pitiman (PSDB) não deslancharam.

Dá para imaginar que Liliane Roriz já sairia com mais de 15% de votos nas pesquisas, independente do apoio do Arruda, que ainda sonha em ter sua mulher, Flávia Peres, como a nova candidata.

No quadro atual, onde os outros quatro candidatos dividem baixos percentuais, dá para acreditar também que Liliane teria lugar num segundo turno, enfrentando Agnelo ou Rollemberg.

Segundo turno em eleição de governador é incógnita, quase loteria, parecido com disputa de pênalti, onde pode dar qualquer resultado.

É honesto afirmar que o quadro de substituição do Arruda inclui o senador Gim Argelo e o ex-deputado Jofran Frejat, além da distrital Eliane Pedrosa.

Mas a última palavra será do Roriz, fortalecido por Luiz Estevão, que domina o partido da Liliane, o PRTB.

Nisso tudo só tenho uma dúvida: não garanto que Liliane possa abandonar uma eleição certa para a Câmara Legislativa por uma vaga de candidata a governadora.
Seja o que for, a decisão precisa sair até segunda-feira. Isto é: já!

Fonte: Blog do Riella – 10/09/2014

Tags

Israel Carvalho

Diretor-Presidente do portal Gama Cidadão, Jornalista nº. DRT 10370/DF, Multimídia e Internet Marketing.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Veja Também

Fechar
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios