Destaque (Slide Show)EducaçãoNotícias

Meditação nas escolas estimula desenvolvimento de alunos

Crianças aprendem sobre concentração e controle das emoções

Praticar meditação desde a infância traz muitos benefícios, especialmente em um contexto onde as crianças estão cada vez mais interligadas às tecnologias, quando parece ser impossível alcançar o silêncio e a concentração. Uma pequena pausa regada à tranquilidade e equilíbrio pode ser suficiente para o melhor desempenho das crianças nas escolas e na vida.

Por ser importante no desenvolvimento dos alunos, as práticas da meditação e da yoga já são implementadas há quase 20 anos nas escolas norte-americanas. “Atividades que proporcionam o autoconhecimento e uma percepção maior das emoções ajudam muito. E quanto antes os pequenos iniciarem essas práticas, mais cedo eles vão encontrar outras formas de expressar os seus sentimentos e desenvolver características importantes, como o autocontrole”, destaca a psicóloga Ana Afonso.

Atualmente, os Estados Unidos é o segundo país que mais estimula conhecimentos milenares em escolas e universidades, liderança perdida apenas pela Índia. No Brasil, a relação entre a meditação e o sistema educacional está em ascensão em alcança cada vez mais as escolas da educação básica. Por isso, muitas instituições de ensino têm introduzido tais atividades em sua grade curricular.

Na opinião da profissional de Psicologia também é importante que as escolas passem a abordar mais as questões comportamentais e deixem de focar apenas nos conteúdos curriculares. A diminuição da ansiedade e o aumento da concentração são alguns benefícios da meditação. Além disso, crianças que aprendem a silenciar a mente desde cedo aprendem a lidar com as próprias limitações e emoções, desenvolvem um convívio mais harmônico com os colegas, professores e familiares. Ou seja, apesar de melhorar o desenvolvimento escolar, o aprendizado vale para a vida e além dos muros das escolas.

 Agência Educa Mais Brasil

Tags

Artigos relacionados

Fechar