Destaque (Slide Show)EducaçãoNotícias

Neurofeedback auxilia no tratamento de enfermidades, conheça a técnica

A especialidade tratar stress, tensões, entre outros estados disfuncionais

Conhecida como síndrome de burnout e esgotamento profissional e físico, a estafa já integra a lista Classificação Internacional de Doenças da Organização Mundial da Saúde (OMS) que entrará em vigor em 2020. É preocupante, mas tem tratamento e um bastante eficaz é a técnica Neurofeedback.

Yuri Wolff. Foto: Breno Pinheiro

O psicólogo Yuri Wolff é especialista na técnica Neurofeedback e desenvolve o treinamento personalizado para casos como estafa e depressão. Ele explica que o Bio/Neurofeedback tem como objetivo principal a auto regulação do sistema fisiológico. “Portanto promove o reconhecimento de estados disfuncionais, como stress, tensões, falta de energia. A partir dessa observação, conseguimos ensinar ao corpo e a mente estratégias e ferramentas que o próprio indivíduo desenvolve durante o trabalho, modificando esses padrões disfuncionais”.

Conheça o Neurofeedback

O Neurofeedback é uma técnica não invasiva, não medicamentosa e sem efeitos colaterais, pois o objetivo consiste no aprendizado feito pelo próprio cérebro. A técnica possibilita enxergar o cérebro funcionando em tempo real e a partir dessa visão são identificados padrões cerebrais disfuncionais para aquele indivíduo.

Com a avaliação realizada, o especialista pode “elaborar um protocolo de treinamento com o objetivo de ensinar ao cérebro outros caminhos de funcionamento, aumentando sua capacidade de neuroplasticidade e ativação em situações que causam desconforto e sofrimento a aquele sujeito”, conclui Yuri Wolff.

Agência Educa Mais Brasil

Tags

Artigos relacionados

Fechar