No Gama, parque criado há 10 anos ainda não saiu do papel

Moradores pedem implantação de espaços de lazer, esporte e cultura. Área de proteção ambiental é do tamanho de 55 campos de futebol.

O Parque Urbano e Vivencial do Gama, localizado entre as quadras 1 e 2 do Setor Norte da cidade, foi criado em 1998, mas ainda não saiu do papel, mostra a dupla do Parceiro do DF Vivian Oliveira e Igor Barbosa. O parque tem uma área prevista de 580 mil metros quadrados, o equivalente a 55 campos de futebol.

Os moradores reclamam que não existem opções para lazer, esportes e atividades culturais e educativas. De acordo com os frequentadores, o local foi cercado e recebeu apenas um espaço para recreação infantil e alguns aparelhos de ginástica.

“O parque existe no papel mas não existe na prática”, desabafa um morador.

Há mais de dez anos, a área que foi catalogada como de proteção ambiental, com flora e fauna do cerrado está abandonada.

Segundo Adauto Rodrigues, administrador do Gama,  a implantação da primeira etapa do parque atendendo às necessidades dos moradores será feita no ano que vem.

Fonte: G1 DF