Notícias do Gama

Nova diretoria trabalha para tirar HRG da UTI

Equipe comandada pelo Dr. Allan Duailibe e Drª. Katymara Godoy estão otimistas com o projeto de gestão para sanar as adversidades da unidade

Que a saúde no Brasil não vai bem, todos já sabem e no Gama não é diferente. Segunda região administrativa do Distrito Federal, a satélite tem hoje, mais de 127 mil habitantes e conta com um hospital e 39 equipes Estratégia Saúde da Família, sendo três equipamentos  de ESF na área rural para atender a demanda de seus usuários. Não fosse a grande procura por atendimentos vindas do Entorno e de outros estados, a situação seria diferente.

No primeiro semestre de 2019, Só no Pronto Socorro do HRG foram atendidas 91.507 pessoas, dessas, 28.436 são de pacientes que moram fora do Distrito Federal. O Centro Obstétrico registrou nesse período 3.077 partos, já o Centro Cirúrgico procedeu 943 cirurgias eletivas e 2.367 de urgência, totalizando 3.309 procedimentos. Com todos os problemas estruturais conhecidos pela sociedade o hospital ainda realizou 38.656 consultas ambulatoriais no período de janeiro a maio de 2019.

Nomeado recentemente pelo governador Ibaneis Rocha como Superintendente Regional de Saúde Sul, o médico ortopedista Allan Duailibe, destaca problemas de gestão, recursos humanos, infraestrutura e falta de pactuação com a região do Entorno, como “ingredientes” que fizeram a situação chegar onde chegou. No entanto, está otimista com o novo modelo de gestão que está praticando junto com sua equipe. “Estamos avançando com as reformas, conseguimos recursos de emenda parlamentar do Fundo de Saúde, vamos reformar o Pronto Socorro, vamos abrir o PAI (Pronto Atendimento Infantil) e retirar o CME (Central de Material Esterilizado) que está no PAI”. Dr. Allan conta ainda que tem todo apoio do Governador Ibaneis e do secretário de saúde Osnei Okumoto.

Em seu projeto de Gestão o Superintendente aposta também na parceria, e já firmou com a Secretaria da Mulher para a primeira semana do Mês de valorização da Vida, que vai disponibilizar o ônibus da mulher com consultórios para atendimento psicológico, psiquiátrico e social em pontos estratégicos da região sul. A atenção primária será o carro chefe da caravana de Saúde Mental que irá circular pelo Gama e Santa Maria do dia 2 a 6 de setembro.

Com informações da ASCOM do HRG

Por Paulo Cabral – Da Redação do Gama Cidadão

Tags

Danrley Willyan

Social Midia, Jornalista (número de registro: 0012449/DF) e Desenvolvedor Web

Artigos relacionados

Fechar