Pacientes temem morrer nas filas de hospitais do DF

Saúde

Os pacientes que utilizam a rede pública de saúde do Distrito Federal temem morrer enquanto esperam por atendimento o tempo médio em alguns hospitais como o do Gama chegou há cinco horas neste final de semana e feriado.

Vários pacientes que procuram os hospitais além da demora do atendimento, sofrerem com a falta de estrutura, pois as instalações não são apropriadas para aguardar até que os médicos façam o atendimento, pacientes ficam pelos corredores ou recostados nas paredes, banheiros encontram-se em muitas unidades de saúde em péssimas condições de uso e muito sujos situação que acontece durante todo o ano não sendo apenas nos períodos festivos onde a Secretaria de Saúde alega que os servidores trabalham em regime de escala. …

A falta de gestão do sistema público de saúde já causou várias mortes e situações nunca vistas no Distrito Federal nos últimos 50 anos como uma senhora dando a luz no chão do banheiro do hospital, um menino de cinco meses e uma menina de oito meses que morreram após receber medicamentos errados no soro e ter parada cardíaca no hospital de Planaltina demostrando a falta de atenção ou despreparo dos profissionais de saúde.

Cabe a Secretaria de Saúde e o governo do Distrito Federal admitir que não tem condições de gerir o sistema de saúde e solicitar ao Ministério da Saúde a gestão no sentido de tentar melhorar a situação antes que mais mortes aconteçam.

Fonte: Blog do Cafezinho – 13/02/2013