Agenda Cultural e ConvitesDestaque (Slide Show)EducaçãoNotíciasNotícias do Gama

Projeto Madeb/Fac “Africanidade nas escolas”

Valorizar a história e cultura afro-brasileira nas escolas públicas do Gama essa é a proposta do Projeto MADEB " Africanidade nas escolas".

Nesse sentido, nesta terça (14/05), agora será a vez do alunos da Escola Classe 22 do Gama – EC 22 (EQ 33/49 AE 1 S. CENTRAL – Pte. Alta Norte) a rica programação do projeto “Africanidade nas escolas”, às 08h30 e às 14h. Dentre as atividades, o espetáculo Tributo Africanidade – MADEB, onde apresentará homenagem a heróis e heroínas negros e negras, logo após serão oferecidas oficinas de turbante com Agatha Mikaely; Rap com Neemias MC; Samba com Erasmo; Breakdance e Dança contemporânea com o Grupo Azulim e Capoeira com o Grupo Candeias. O Projeto é patrocinado pelo Fundo de Apoio à Cultura do DF (FAC/DF).

“O projeto de Manutenção do grupo cultural MADEB por 2 anos, conta com criação e apresentações gratuitas do espetáculo multilinguagem que envolve dança, teatro e música. Haverá oficinas gratuitas para público em geral, envolvendo dança e moda afro”, explica o presidente do Movimento Afrodescendente de Brasília (Madeb), Vinícius Gomes.

Africanidade Tributo -É um espetáculo que será encenado em três atos: No primeiro Ato: projeção de um mini documentário homenageando Nelson Mandela, Zumbi dos Palmares, Carolina Maria de Jesus, Marielle Franco,James Brown e o rapper Mano Brown do Racionais Mc; com suas histórias sendo narrada por dois atores. Já o segundo Ato traz a apresentação de capoeira do grupo candeias, apresentação de dança afro contemporânea com o grupo Charadas, apresentação de break dance e soul com o grupo cultural Azulim e apresentação de rap com o Mc Nemias , em formato de jogo de cena. E finalmente no terceiro e último Ato, a apresentação de telas grafitadas( que compõem o cenário) por um grafiteiro de renome, William Wood de Sobradinho ll.

Programação – Cronograma Escola Classe 22 do Gama – EC 22
Em cada turno, o evento terá a duração de aproximadamente três horas, com as oficinas preenchendo duas horas da programação.


Oficinas:

– Turbante e maquiagem – Agatha Mikaely
– Rap – Neemias MC
– Samba – Erasmo
– Breakdance – Grupo Azulim
– Dança contemporânea – Grupo Azulim
– Capoeira – Grupo Candeias com contramestre Biliu

Teatro:
– Diretor: Marcos Augusto
– Diretor: Iranildo Gonçalves
– Dançarinos: Grupo Azulim
– Capoeiristas: Grupo Candeias
– Ator: Neemias Silva (Neemias MC)
– Atriz: Agatha Mikaely
– Musico: Erasmo Magalhães


Madeb

O grupo cultural MADEB é uma organização cultural idealizada em 2010 e tendo seu Estatuto e Ata de Fundação registrada. A organização tem como objetivo a conscientização da comunidade, em especial os alunos de escolas públicas e privadas, a cerca da cultura e das questões sociais que envolvam o povo negro e suas etnias, tendo como base a Lei 10.639/2003 ( lei que torna obrigatório o ensino da História e Cultura Afro-Brasileira nos estabelecimentos de nível fundamental e médio de educação públicos e privados; resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e políticas pertinentes à História do Brasil).

Desde 2011, o MADEB, com diversas parcerias, produz e realiza anualmente o evento em comemoração ao Dia Internacional de Combate ao Racismo – 21 de março e Mostra Cultural Afro-brasileira do Gama em celebração ao Dia da Consciência Negra – 20 de novembro, contando com a participação da comunidade e escolas, com o intuito de integrar e sensibilizar a comunidade a respeito da luta contra a segregação racial e social, e o racismo, por meio de palestras, shows musicais, exposições artísticas e teatros.

Fotos da apresentação do projeto Madeb/Fac “Africanidade nas escolas” para alunos do Centro Educacional Gesner Teixeira, na Vila DVO, no Gama, no dia (11/05).

Alunos do Centro Educacional Gesner Teixeira, na Vila DVO, no Gama. Foto/Divulgação
O presidente do Movimento Afrodescendente de Brasília – Madeb, Vinícius Pereira, abre as apresentações e atividades culturais afro-brasileira no Centro Educacional Gesner Teixeira, na Vila DVO, no Gama.
A vice-presidente, Leonísia dos Santos, fala da Lei 10.639/2003 ( lei que torna obrigatório o ensino da História e Cultura Afro-Brasileira nos estabelecimentos de nível fundamental e médio de educação públicos e privados.
Mestre Biliu do Grupo Candeias
Apresentação do Grupo Azulim
Tributo Africanidade – MADEB, com homenagem a heróis e heroínas negros e negras.

Por Marcos Linhares com adaptações – 13/05/2019

Assessoria de Imprensa
Marcos Linhares – (61) 99905-5905

 

Tags

Artigos relacionados

Portal de Notícias Gama Cidadão o
Fechar