fbpx
25 de julho de 2021

Escola Classe 29 recebe o projeto “Africanidade nas escolas”

Nesta segunda-feira (29/04), o projeto segue para Escola Classe 29 no Setor Sul da cidade (entrequadras 17/15/13 Área Especial Setor Sul Gama), a partir das 08h30. O evento ira contemplar aproximadamente 600 alunos no período matutino e vespertino.

A programação apresentará o espetáculo Tributo Africanidade – MADEB, com homenagem a heróis e heroínas negros e negras, seguido de oficinas de turbante e maquiagem com Agatha Mikaely; de Rap com Neemias; de samba com Erasmo; Breakdance e de Dança contemporânea com o Grupo Cultural Azulim e Capoeira com Contramestre Biliu do Grupo Candeias. O Projeto é patrocinado pelo Fundo de Apoio à Cultura do DF (FAC/DF).

Oficinas:
– Turbante e maquiagem – Agatha Mikaely
– Rap – Neemias MC
– Samba – Erasmo
– Breakdance – Grupo Azulim
– Dança contemporânea – Grupo Azulim
– Capoeira – Grupo Candeias

Teatro:
– Diretor: Marcos Augusto
– Diretor: Iranildo Gonçalves
– Dançarinos: Grupo Azulim
– Capoeiristas: Grupo Candeias
– Ator: Neemias Silva (Neemias MC)
– Atriz: Agatha Mikaely
– Musico: Erasmo Magalhães

Cronograma:
08:30 – Abertura
08:45 – Peça teatral
09:15 – Pausa para organizar as oficinas
09:30 – Inicia as oficinas
10:20 – Pausa
10:35 – Volta as oficinas
11:15 – Encerra

Vespertino:
14:00 – Abertura
14:15 – Peça teatral
14:45 – Pausa para organizar as oficinas
15:00 – Inicia as oficinas
15:45 – Pausa
16:00 – Volta as oficinas
16:45 – Encerra

“O projeto de Manutenção do grupo cultural MADEB por 2 anos, conta com criação e apresentações gratuitas do espetáculo multilinguagem que envolve dança, teatro e música. Haverá oficinas gratuitas para público em geral, envolvendo dança e moda afro”, explica o presidente do Movimento Afrodescendente de Brasília ( Madeb), Vinícius Gomes.

Madeb
O grupo cultural MADEB é uma organização cultural idealizada em 2010 e tendo seu Estatuto e Ata de Fundação registrada. A organização tem como objetivo a conscientização da comunidade, em especial os alunos de escolas públicas e privadas, a cerca da cultura e das questões sociais que envolvam o povo negro e suas etnias, tendo como base a Lei 10.639/2003 ( lei que torna obrigatório o ensino da História e Cultura Afro-Brasileira nos estabelecimentos de nível fundamental e médio de educação públicos e privados; resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e políticas pertinentes à História do Brasil).

Desde 2011, o MADEB, com diversas parcerias, produz e realiza anualmente o evento em comemoração ao Dia Internacional de Combate ao Racismo – 21 de março e Mostra Cultural Afro-brasileira do Gama em celebração ao Dia da Consciência Negra – 20 de novembro, contando com a participação da comunidade e escolas, com o intuito de integrar e sensibilizar a comunidade a respeito da luta contra a segregação racial e social, e o racismo, por meio de palestras, shows musicais, exposições artísticas e teatros.

Fotos da apresentação do projeto Madeb/Fac “Africanidade nas escolas” para alunos do EJA do Centro de Ensino Médio 01 do Gama (CG), no dia (17/04).

Professor de Samba, Erasmo Magalhães.
Professor de Samba, Erasmo Magalhães, ensinando alunos do EJA do Centro de Ensino Médio 01 do Gama (CG).
Oficinas de turbante e maquiagem com Agatha Mikaely.
Oficinas de Rap com Neemias Silva (Neemias MC).
Oficinas de dança com professor Luiz Fernando Chs.
Apresentação do projeto Madeb/Fac “Africanidade nas escolas” para alunos do EJA do Centro de Ensino Médio 01 do Gama (CG).

Por Marcos Linhares com adaptações – 28/04/2019

 

Israel Carvalho

Diretor-Presidente do portal Gama Cidadão, Jornalista nº. DRT 10370/DF, Multimídia e Internet Marketing.

View all posts by Israel Carvalho →
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial