Rollemberg inaugura Terminal Rodoviário em meio a protesto de moradores

Na tarde dessa terça-feira, dia 22 de dezembro, o governador Rodrigo Rollemberg, inaugurou o Terminal Rodoviário do Setor Sul do Gama, com presença da administradora, Maria Antônia, Secretário de Mobilidade, Marcos Dantas, deputado Rodrigo Delmasso, deputado Roosevelt Vilela, deputado Antonio Lira e demais autoridades.

Com instalações apropriadas para receber cerca de 50 mil usuários de ônibus da região e, além de oferecer uma nova opção de mobilidade, para aliviar o fluxo de pessoas na rodoviária central do Gama e no terminal de integração do Expresso Sul, na saída para a BR-040.

Durante a inauguração do Terminal, o governador Rollemberg, ouviu reclamações de moradores das quadras 13 e 17 do Setor Sul da cidade, quanto à passagem de ônibus na área residencial.

O ambientalista José Garcia (Dedé) que também é morador da quadra reclama sobre o adensamento de ônibus na área residencial. “nossos idosos e crianças não podem perder mais espaço, esse Terminal está no local errado” disse o ambientalista.


Protesto de moradores chama atenção do governador


Morador adverte e a PRAINHA?

 


Compromisso reiterado, a PRAINHA é prioridade disse governador Rodrigo Rollemberg. Foto: Israel Carvalho

Do novo terminal, as linhas seguem para: Águas Claras, Cruzeiro, Engenho das Lages, Gama, Guará, Lago Sul, Núcleo Rural Casa Grande, Núcleo Rural Tamanduá, Núcleo Rural Tororó, Paranoá, Ponte Alta de Cima, Plano Piloto, Setor de Armazenagem e Abastecimento Norte (Saan), Samambaia, Santa Maria, Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) e Taguatinga.

Custo
O Terminal Rodoviário do Gama custou R$ R$ 6.343.563,68, recurso proveniente dos R$ 33 milhões de contrato firmado em 2008 com o Banco Interamericano de Desenvolvimento para a execução do Plano de Transporte Urbano de Brasília. Esse é o quarto entregue neste ano à população de Brasília. Sobradinho II, Riacho Fundo II e Ceilândia receberam estruturas semelhantes em junho, julho e outubro, respectivamente. 

Outros 13 terminais, atualmente em obras, têm previsão de entrega em 2016. Quatro deles estão sendo construídos, dois no Recanto das Emas e dois em Samambaia. Além desses, nove passam por reforma: Cruzeiro Novo, Guará I e II, M Norte, Núcleo Bandeirante, Paranoá, Planaltina, P Sul e Taguatinga Sul. 

Também participaram da solenidade o diretor-geral do DFTrans, Léo Carlos Cruz, o administrador regional de Santa Maria, Nery do Brasil, o diretor da Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB) Manoel Alexandre e os deputados distritais Lira (PHS), Roosevelt Vilela (PSB) e Rodrigo Delmasso (PTN). 

Da Agência Brasília com adaptações.