Agenda Cultural e ConvitesNotíciasNotícias do Gama

Sexta é dia de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes

Nesta sexta-feira dia 17 de maio, em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração contra Crianças e Adolescentes que ocorre um dia depois. A Rede Intersetorial da cidade promove a atividade Faça Bonito, que abrange diversas ações.

O objetivo é mobilizar, discutir, informar e convocar a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. A data de 18 de maio reafirma a importância de se denunciar e responsabilizar os autores de violência sexual contra a população infanto-juvenil.

18 de maio

O 18 de maio foi escolhido como Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em memória de Araceli Sanches. Em 1973, a menina de oito anos foi raptada, dopada, violentada e, depois de morta, teve o corpo carbonizado. O crime aconteceu em Vitória e prescreveu sem que os culpados fossem punidos.

Diferença entre Abuso e Exploração Sexual

O abuso sexual envolve contato sexual entre uma criança ou adolescente e um adulto ou pessoa significativamente mais velha e poderosa. As crianças, pelo seu estágio de desenvolvimento, não são capazes de entender o contato sexual ou resistir a ele, e podem ser psicológica ou socialmente dependentes do ofensor. O abuso acontece quando o adulto utiliza o corpo de uma criança ou adolescente para sua satisfação sexual. Já a exploração sexual é quando se paga para ter sexo com a pessoa de idade inferior a 18 anos. As duas situações são crimes de violência sexual.

Denúncias

No Brasil o Disque 100 ou Disque Direitos Humanos é um serviço de recebimento, encaminhamento e monitoramento de denúncias de violência contra crianças e adolescentes. O serviço tem atendimento 24 horas. As denúncias são anônimas e podem ser feitas de todo o Brasil por meio de discagem direta e gratuita para o número 100.

Artigos relacionados

Portal de Notícias Gama Cidadão o
Fechar