Alimentos que previnem doenças oculares

Comer para ver

Para celebrar o Dia da Nutrição, conheça os principais alimentos que previnem doenças oculares

Ao pensar em alimentação saudável, um dos primeiros benefícios que vêm à mente é a perda dos quilinhos extras. No entanto, adotar uma dieta equilibrada traz vantagens muito mais amplas. “Poucas pessoas pensam na relação entre se alimentar bem e cuidar da visão. Mas isso é importantíssimo, tanto para evitar o agravamento de doenças oculares já existentes quanto para a prevenção”, aconselha o oftalmologista José Rodrigues, do Instituto de Saúde Ocular do DF (Isovisão).

Para destacar a importância da alimentação, no dia 31 de março celebra-se o Dia da Saúde e da Nutrição. Depois de todo o chocolate da Páscoa, essa é uma boa oportunidade para repensar os próprios hábitos e acrescentar no prato ingredientes que fazem bem aos olhos e a todo o corpo.

Os alimentos podem interferir de diversas maneiras na visão. “A carência de vitamina A, por exemplo, pode provocar cegueira noturna, que é uma dificuldade maior para enxergar na penumbra”, explica Rodrigues. Os efeitos negativos também podem ocorrer quando a dieta desregrada leva ao desenvolvimento de algum problema crônico.

“Uma pessoa com hipertensão tem maior risco de desenvolver glaucoma, que é o aumento da pressão intraocular. Com colesterol alto, ela pode sofrer um bloqueio em vasos sanguíneos dos olhos, assim como acontece com o coração e outras partes do corpo”, descreve o especialista. Ele explica que, como os olhos são órgãos muito vascularizados, eles são especialmente sensíveis a condições que afetem a boa circulação.

“O excesso de açúcar no sangue da diabetes danifica os vasos sanguíneos, que podem vazar ou se proliferar de forma anormal. Isso acaba prejudicando a superfície da retina”, destaca o oftalmologista Alan Pinto, do Isovisão. “A maioria dos problemas oculares tem prevenção. É bem mais simples cuidar da alimentação hoje do que fazer o tratamento depois, inclusive porque há a possibilidade de lesões irreversíveis”, alerta.

Os aliados da visão

“Come cenoura porque faz bem para a vista” é um conselho que muita gente já ouviu – principalmente das mães. E não há nada de superstição nisso: ela realmente é benéfica para a saúde ocular, devido a presença de betacaroteno. Esse pigmento natural é convertido pelo organismo em vitamina A, que ajuda a prevenir a cegueira noturna e inflamações.

As principais fontes são frutas e legumes de cor alaranjada, que geralmente também fornecem vitamina C. Com efeito antioxidante, a vitamina C e pigmentos como a luteína e zeaxantina (presentes em folhas verdes, principalmente no couve) protegem os olhos contra a radiação do sol e a poluição do ar, além de diminuir o risco de desenvolver catarata (opacidade no cristalino) e degeneração macular relacionada à idade (lesões na área central da retina).

Mas há várias vitaminas que ajudam a prevenir essas e outras doenças oftalmológicas. Exemplos são a vitamina D, que é mais comum em fontes animais, como carnes e laticínios, as vitaminas do complexo B, encontrada em peixes e a vitamina E, disponível em castanhas e óleos vegetais.

Esses últimos também são ricos em ácidos graxos, como ômega-3, que ajudam a prevenir a síndrome do olho seco. O azeite é uma das principais fontes, além de peixes de águas geladas, a exemplo do salmão e do atum.

Azeite-de-oliva

 

Azeite de oliva 

Cenoura

Cenoura

Couve

Couve

Salmao

 

Salmao

Da Redação do Destak Comunicação – 31/03/2016

Tags

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios