EducaçãoNotícias

Alunos da educação básica participam de torneio internacional de Matemática

II Olimpíada BRICSMath é realizada com participação de estudantes do BRICS

Alunos brasileiros matriculados entre o primeiro e o quinto ano do ensino fundamental poderão participar da II Olimpíada BRICSMath – competição internacional de matemática realizada entre estudantes de países emergentes que integram o BRICS: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Para participar, basta que o estudante tenha computador ou tablet com acesso à internet. A inscrição deve ser feita por docentes das instituições de ensino do país e, ao final do torneio, será dado diploma de participação para os inscritos.

A matemática está entre as principais disciplinas da educação básica. Com isto, cresce a preocupação em avaliar o desempenho dos estudantes na disciplina a partir de critérios internacionais. No caso específico da II Olimpíada BRICSMath, a mensuração do desempenho acontece em duas etapas: a primeira é entre 25 de julho e 10 de setembro, em que os alunos são incentivados a desenvolver as atividades por meio de uma navegação teste; e, entre 11 e 30 de setembro, a navegação oficial, com 60 minutos de resolução de exercícios.

Por se tratar de uma competição online, o estudante lida com exercícios interativos em forma de jogos. “Eu acredito que, quando temos iniciativas como essa, construímos em nossos alunos o sentimento de que é possível alçar voos maiores”, pontua o professor de Matemática Denisson Santos Mata Júnior.

O torneio é importante para estimular a criatividade e a capacidade de transformar os conhecimentos adquiridos na escola em resolução de problemas. “Quando os estudantes estão de frente com a possibilidade de ir mais longe, são produzidas expectativas positivas”, completa. Docente do Colégio Municipal Professora Daulia Angélica de Souza Santos, Denisson destaca que cerca de 600 alunos participaram da 14 ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), que aconteceu em junho de 2018.

Na avaliação do docente, apesar de não estarem conectados, ambas as competições são oportunidades importantes para avaliar não apenas o aluno, mas também as instituições de ensino e as respectivas políticas educacionais ou pedagógicas. “Nós conseguimos, até certo ponto, mensurar como estão os alunos da nossa escola em relação às outras. Com este modelo de prova que é mais globalizada, posso dizer que é um preparativo para o Enem, por exemplo” destaca o professor ao associar a OBMEP ao Exame Nacional do Ensino Médio.

Assim como a matemática, existem diversas disciplinas que contribuem para o desenvolvimento das crianças e adolescentes na educação básica. Por isto, investir em uma educação qualificada é fundamental. O Educa Mais Brasil possui bolsas de estudo em diversas instituições de ensino privadas brasileiras. São ofertadas até 50% de desconto na mensalidade das séries da educação infantil, ensino fundamental e médio além de superior (graduação e pós-graduação). Confira todas as oportunidades no site do Educa Mais em parceira com Gama Cidadão.

Tunísia Cores – Ascom Educa Mais Brasil

Tags

Artigos relacionados

Portal de Notícias Gama Cidadão o
Fechar
%d blogueiros gostam disto: