Agenda Cultural e ConvitesDestaque (Slide Show)EsporteNotíciasNotícias do Gama

Clássico entre Gama e Brasiliense

No Bezerrão, Gama tem vantagem nos confrontos contra o arquirrival.

São 18 anos de história desse duelo e a lista de campeões do Candangão mostra a importância desse confronto. Gama e Brasiliense reúnem 20 títulos, sendo o alviverde o maior campeão, com 11 taças. O ‘Clássico Verde-Amarelo’ é um campeonato à parte e, com o atual panorama do campeonato, promete ser uma verdadeira decisão.

No Candangão desse ano, Gama e Brasiliense estão em grande fase – empatados na pontuação, o alviverde está à frente na classificação por ter maior saldo de gols. Desde 2015, quando se enfrentaram pelas semifinais do Candangão, o Clássico Verde-Amarelo não era tão decisivo como será no duelo de domingo (17). A partida, que ocorrerá no estádio Bezerrão, está marcada para às 17h00.

O início

O começo da história desse confronto começou no dia 18 de fevereiro de 2001, com vitória do Brasiliense, por 3 a 1. Naquele ano, estreia do arquirrival na primeira divisão, o Gama não fez uma primeira fase boa no Candangão, porém, na final, abocanhou o time amarelo, vencendo as duas partidas decisivas e levando o pentacampeonato seguido.

 

No Bezerrão, o Gama comanda

A primeira vitória no alçapão do periquito foi justamente na final do Candangão de 2001. Abimael, Rodriguinho e Lindomar marcaram os gols da vitória por 3 a 2.

Depois disso, o Gama embalou mais quatro anos de invencibilidade em casa, contra o arquirrival. Foram cinco vitórias e um empate – incluindo um 4 a 1, na final do Candangão de 2003, que é a maior goleada do alviverde no clássico. Após isso, o Bezerrão foi fechado para reforma.

No histórico total, são 20 jogos disputados no Bezerrão, com oito vitórias, seis empates e seis derrotas. O alviverde marcou 27 vezes e sofreu 26 gols. Nos últimos cinco duelos disputados no alçapão alviverde, o equilíbrio foi a marca.

Em 2015, pelas semifinais do Candangão, o alviverde foi derrotado por 1 a 0, mas avançou de fase pois poderia perder por até dois gols de diferença – venceu o jogo de ida por 2 a 0, na casa do rival. Em 2012, o Gama venceu por 3 a 2, com gols de Kelvin (duas vezes) e Paulo Renê. Nos outros confrontos, foram três empates.

 

ÚLTIMOS JOGOS NO BEZERRÃO

GAMA 1X1 BRASILIENSE – CANDANGÃO 2017

GAMA 0X1 BRASILIENSE – CANDANGÃO 2015

GAMA 0X0 BRASILIENSE – CANDANGÃO 2015

GAMA 1X1 BRASILIENSE – CANDANGÃO 2013

GAMA 3X2 BRASILIENSE – CANDANGÃO 2012

Fonte: SE Gama / Fértil Comunicação – 15/03/2019 com adaptações

Tags

Artigos relacionados

Portal de Notícias Gama Cidadão o
Fechar