Maior parque de energia renovável é lançado na Índia

Primeiro-ministro Modi lança a base do maior parque de energia renovável da Índia em Gujarat

A planta daria emprego a cerca de 100 mil pessoas e a energia produzida a partir dela reduziria cinco milhões de toneladas de emissões de dióxido de carbono a cada ano, o que equivale a plantar 90 milhões de árvores.

O primeiro-ministro Narendra Modi, no dia 22 de dezembro, estabeleceu as fundações do maior parque de energia renovável híbrida da Índia, com capacidade de 30 gigawatts (GW), na vila Vighakot no distrito de Kutch em Gujarat.

Ele disse que a planta fornecerá empregos para cerca de 100 mil pessoas e a energia produzida reduzirá as emissões de dióxido de carbono em cinco milhões de toneladas a cada ano, o que equivale a plantar 90 milhões de árvores.

“Este parque se espalhará por 70.000 hectares de terra, o equivalente a Cingapura e Bahrein. Cerca de US$ 20 bi serão investidos na construção deste parque”, disse o primeiro-ministro em seu discurso.

Ele acrescentou que a instalação de turbinas eólicas ao longo da região de fronteira fortaleceria e melhoraria a segurança da fronteira da Índia também.

O parque terá uma zona híbrida para armazenamento de energia eólica e solar, bem como uma zona exclusiva para atividades de parques eólicos.

A capacidade de energia solar da Índia aumentou 16% nos últimos seis anos, acrescentou o primeiro-ministro em seu discurso.

Esta é uma tradução não oficial, em caso de divergências, prevalece o artigo original, em inglês, disponível em ET Energy World.

*Com informações da Embaixada da Índia em Brasília / Embassy of India in Brasília – 23/12/2020