NOTA DE ESCLARECIMENTO

img
 
A matéria publicada no blog do Arretadinho, no dia 19 de julho, com o título “Audiência pública esclarece população sobre o BRT”, cita a deputada Celina Leão de maneira irresponsável.
 
Esclarecemos, ao blogueiro Joaquim Dantas, que a parlamentar acompanha de perto o Transporte Público do Distrito Federal, desde o lançamento do edital de licitação para as empresas que, hoje, operam o transporte no DF. A deputada Celina Leão tem Ações Populares que tramitam na Justiça questionando a lisura da licitação, que na avaliação dela foi uma fraude. Portanto, sua presença no debate sobre o BRT é algo natural, suas afirmações partiram do conhecimento de causa que tem, aliadas às inúmeras reclamações e denúncias que recebe em seu gabinete. 
 
iimg“A fala de quem rebate uma parlamentar que participa de todos os debates sobre transporte público no DF e em outros Estados é que me soa como oportunista, sem qualquer conhecimento do que fala” afirma a deputada.
 
Celina Leão destaca, que 16 linhas que rodavam no Gama foram desmontadas e algumas nem existem mais. “Disse durante o debate do BRT e volto a afirmar, que as pessoas levam até 1h nas paradas de ônibus dentro do Gama para chegarem até o BRT e não 1h esperando o BRT como afirma a matéria”, esclarece a parlamentar.
 
A deputada lembra, que sua fala foi consenso entre os presentes no debate e não apenas aplaudida por 15 pessoas, como afima o blog. Segundo Celina, o único orador hostilizado foi o que defendeu o transporte no DF, defesa que foi na contramão das reclamações apresentadas pela maioria. “Foi vaiado porque tentou defender algo que não tem defesa, a verdade é que a a licitação do Transporte no DF diminuiu consideravelmente a frota de ônibus  e a população está sentindo isso na pele”, considera Celina.
 
Irene Cavalcante
Assessora de imprensa da deputada Celina Leão – 28/07/2014
 
Assista os vídeos gravado na Audiência Pública:
 

 
 

 
 

 
 

 
Tags

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios