NotíciasPolítica

Retrospectiva 2019 – PRÍÍÍÍÍÍ!! Segue o jogo…

Por: Regis Machado*

2019 foi, com certeza, um ano espetacular para, pelo menos, 33 milhões de brasileiros [1]. Foi a primeira vez que uma agremiação nacional, no caso o Clube de Regatas do Flamengo, conquistou, na mesma temporada, a Tríplice Coroa de Campeonatos Brasileiros (Série A, Sub-20 e Sub-17). O time venceu, também, a Florida Cup no início do ano, a Taça Rio, o Campeonato Carioca e a Copa Libertadores da América. Só não fechou 2019 com chave de ouro porque perdeu a final do mundial para o Liverpool, por 1-0, na prorrogação, sagrando-se vice-campeão da Copa do Mundo de Clubes [2]. Tivesse ganho essa competição, a torcida diria, orgulhosa, em conhecido jargão futebolístico, que seu time fez “barba, cabelo e bigode”.

Mas os flamenguistas não foram os únicos que tiveram o que comemorar em 2019. Para milhões de outros brasileiros, independentemente dos seus times do coração, o ano terminou, indiscutivelmente, bem melhor do que começou. Quase 46,6 milhões, atualmente em situação de pobreza e de extrema pobreza, por exemplo, foram beneficiados por uma parcela extra no Bolsa Família, auxílio mensal que lhes garante um mínimo de dignidade [3]. Outros milhões tiveram reduzidas suas alíquotas de contribuição à Previdência Social e/ou puderam sacar valores do Fundo PIS/Pasep e do FGTS [4]. O salário mínimo, renda de mais de 54 milhões de trabalhadores, teve aumento real (superior à inflação), passando de R$ 998 para R$ 1.039, reajuste superior ao que havia sido aprovado pelos deputados e senadores para o Orçamento de 2020 [5]. A atividade econômica foi desburocratizada e simplificada, o que ajudou a criar mais de um milhão de empregos formais (considerando-se o mês de dezembro) [6].

Como os títulos do Flamengo, as medidas benéficas aos brasileiros ao longo do ano não foram poucas, tendo acontecido, na média, quase que diariamente [7]. Assim, 2019 terminou, então, com a inflação sob controle, a bolsa de valores batendo recorde (117.203 pontos), a taxa básica de juros (Selic) no seu menor patamar histórico (4,5% ao ano), o risco Brasil no menor nível em nove anos, uma redução de 22% no número de assassinatos e a atração de US$ 75 bilhões em investimentos internacionais para o Brasil, segundo estimativa do Banco Central [8].

Pela primeira vez na história, a condução dos Ministérios (reduzidos de 29 para apenas 22) foi delegada a titulares com perfis eminentemente técnicos, sem indicações partidárias. Decisão aparentemente acertada, como mostram os resultados mencionados e o fato de que, apesar da insistente perseguição da mídia ao Governo, praticamente não houve denúncias de corrupção no Executivo, à exceção do Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, denunciado em outubro pelo Ministério Público de Minas Gerais [9]. Institucionalmente, também, o País terminou 2019 melhor do que começou, com sua democracia fortalecida e maior equilíbrio entre os poderes [10].

Enfim, analisando-se sem paixão (de torcedor ou ideológica), é difícil não perceber que o saldo da temporada foi bastante positivo, tanto para o Flamengo quanto para o Brasil, tendo ambos sido, literalmente, abençoados em 2019. Enquanto vários brasileiros atribuem o sucesso do primeiro ao seu técnico, Jorge JESUS, milhões igualmente creditam as melhorias ocorridas no segundo à atuação do presidente, Jair MESSIAS Bolsonaro. Mas, mal acabou a metade do primeiro tempo e, portanto, ainda vai rolar muita bola nesse gramado. PRÍÍÍÍÍÍ!! Segue o jogo…

*Cidadão brasileiro, otimista incorrigível, no futebol e na política

[1] Você sabe qual é a maior torcida do mundo? 

[2] Temporada do Clube de Regatas do Flamengo de 2019 

[3] Cerca de 46,6 milhões de brasileiros são beneficiados pelo Bolsa Família  e Ministério da Cidadania inicia pagamento da 13ª parcela do Bolsa Família nesta terça (10)

[4] Com a reforma, quanto vou pagar à Previdência?, Governo libera saque de recursos do Fundo PIS/Pasep para todos, ‘sem prazo’ e Saque adicional de R$ 498 do FGTS para quem tirou só R$ 500 começa hoje

[5] Renda média de mais da metade dos brasileiros é inferior a um salário mínimo e Bolsonaro aumenta salário mínimo de R$ 998 para R$ 1.039

[6] Congresso mantém quatro vetos de Bolsonaro à MP da liberdade econômica e Como estão distribuídos os empregos formais no Brasil

[7] Alguns grandes feitos do Governo Bolsonaro, em menos de um ano:

[8] Bolsa sobe 32% no ano, bate ouro e dólar e é o melhor investimento de 2019BC reduz juros pela 4ª vez, para 4,5% ao ano, menor nível na história, Risco país cai para o menor nível em nove anos, Em 8 meses, assassinatos no Brasil caem 22%; mapa mostra índice nacional de homicídios atualizado até agosto e Investimento Direto no País soma US$ 6,306 bi em setembro, revela BC

[9] Com ministro denunciado por laranjal, governo Bolsonaro diz que acabou com corrupção

[10] Balanço do primeiro ano de Bolsonaro: 2019 mitou, diz Mario Rosa

Por: Regis Machado para o Gama Cidadão – 01/01/2020

Tags

Israel Carvalho

Diretor-Presidente do portal Gama Cidadão, Jornalista nº. DRT 10370/DF, Multimídia e Internet Marketing.

Artigos relacionados

Fechar