Revalida 2021: inscritos já podem consultar local de prova da segunda fase

Consulta pode ser realizada no Sistema Revalida

A segunda etapa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2021 está marcada para os dias 18 e 19 de dezembro e os participantes já podem consultar o local da prova.

O exame é aplicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), com intuito de avaliar as habilidades clínicas dos participantes e subsidiar a revalidação, no Brasil, do diploma de graduação em Medicina expedido no exterior.

Estão aptos para a segunda etapa os inscritos que foram aprovados na primeira fase do Revalida 2021 bem como aqueles que foram aprovados na primeira etapa da edição de 2020, mas reprovaram na segunda. Para acessar o local de prova basta conferir o cartão de confirmação da inscrição, no Sistema Revalida.

Os participantes passam por duas fases eliminatórias do exame: a avaliação escrita, composta por duas provas, uma objetiva, com 100 questões de múltipla escolha (P1), e outra discursiva, com por 5 questões discursivas (P2); e exame de habilidades.

As referências do Revalida são os atendimentos no contexto de atenção primária, ambulatorial, hospitalar, de urgência, de emergência e comunitária, com base na Diretriz Curricular Nacional do Curso de Medicina, nas normativas associadas e na legislação profissional.

O objetivo é avaliar as habilidades, as competências e os conhecimentos necessários para o exercício profissional adequado aos princípios e necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS). Já o ato de apostilamento da revalidação do diploma é uma atribuição das universidades públicas que aderem ao instrumento unificado de avaliação representado pelo Revalida.

O uso de máscara de prevenção à Covid-19 é obrigatório durante o exame e deverá cobrir nariz e boca em todo o período em que o participante permanecer no local de aplicação da prova de habilidades clínicas. O Inep recomenda que a proteção seja de uso profissional, na modalidade N95 ou PFF2, e será permitido que o participante leve máscara reserva para troca durante a aplicação, garrafa de água e frasco com álcool 70%.

Além da máscara de proteção facial, o uso do jaleco – de preferência na cor branca – também é obrigatório para participante da segunda etapa do Revalida 2021, que deverá comparecer ao local das provas com a documentação de identificação oficial com foto, válida, conforme previsto em edital.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

 

Tags

Israel Carvalho

Diretor-Presidente do portal Gama Cidadão, Jornalista nº. DRT 10370/DF, Multimídia e Internet Marketing.

Artigos relacionados

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios