EducaçãoNotícias

Cursos a distância representam 21% do ensino superior no Brasil

Flexibilidade para conciliar trabalho e estudo estão entre os motivos para escolher essa modalidade

Os cursos graduação ou pós-graduação na modalidade EAD já representam 21% do total do ensino superior do país. São 2 milhões de matrículas, de acordo com o último Censo de Educação Superior. Somente nos últimos quatro anos, o número de polos de educação a distância saltou de quase 5 mil para mais de 15 mil. A crescente nos números da demanda e oferta pode ser explicada tanto pelo avanço das ferramentas tecnológicas, quanto pela facilidade de os estudantes aliarem os compromissos da vida com os estudos.

Quem está muito satisfeita por fazer uma graduação a distância é Alana da Costa que cursa Pedagogia na Unopar EAD. Por ter uma rotina muito corrida, nem tentou a modalidade presencial e optou de primeira por um curso a distância. “Devido ao meu trabalho, não teria como frequentar um curso na modalidade presencial. Estou gostando da experiência EAD e o curso está sendo muito proveitoso”, pontua Alana prestes a iniciar o segundo semestre.

A agente de prevenção e perda, Rita de Cássia Balbino, estuda Gestão da Segurança Privada na Cruzeiro do Sul EAD. Ela escolheu a modalidade EAD pela flexibilidade e a pela comodidade. “Escolhi por ter uma rotina dinâmica de trabalho e, por conta disso, de ter pouco tempo para estudar. Me identifico com curso porque trabalho com segurança patrimonial e também sou técnica em segurança do trabalho”, explica Rita.

As duas estudantes são bolsistas do Educa Mais Brasil. Além de poder encaixar o curso a distância às suas rotinas, encontraram no programa de bolsas de estudo uma oportunidade de tornar realidade a formação na profissão tão sonhada. No site do programa, parceiro do portal Gama Cidadão é possível consultar as bolsas de estudo disponíveis e se inscrever gratuitamente.

Agência Educa Mais Brasil

 

Tags

Artigos relacionados

Veja Também

Fechar
Portal de Notícias Gama Cidadão o
Fechar