Eleições 2014 Kimi e a Bela Adormecida

Liliane e Reguffe

É de se estranhar o argumento do deputado federal José Antônio Reguffe (PDT-DF) ao responder para a jornalista Lilian Tahan, da Veja Brasília. …

Segunto ele a visita da deputada distrital Liliane Roriz (PRTB), herdeira natural do patrimônio político do ex-governador Joaquim Roriz (PRTB), de que o último encontro dos dois, que ocorreu nesta semana no gabinete do parlamentar, tenha sido “de cortesia” por parte da distrital.

Ora, quem conhece – e até quem não conhece – Liliane Roriz sabe que a distrital raras vezes chega em algum lugar sem o devido convite. Uma visita de cortesia, conforme Reguffe mencionou, chegou a ser feita pela distrital aos senadores Rodrigo Rollemberg (PSB) e Cristovam Buarque (PDT), após, claro, o indispensável chamado. Foi, ou deve ter sido, o que ocorreu no caso de Reguffe. A filha mais nova de Roriz apenas pode ter atendido a um convite do federal.

Não conversei com Liliane, tampouco com Reguffe, que fique claro. Minha desconfiança dar-se-á por apenas um motivo: por qual motivo a herdeira do rorizismo faria uma “visita de cortesia” a um parlamentar neófito na política, e que, apesar de figurar nas pesquisas de intenção de votos ao Buriti, nem ele mesmo sabe se irá concorrer e segundo ele, ir contra os próprios valores quando o assunto é financiamento de uma campanha majoritária?

Querendo ou não, entre a guerra dos prós e contras, Roriz ainda é a maior liderança política do Distrito Federal. Reguffe se diz candidato ao Buriti. Liliane, não: vai de reeleição. Então, juntando esses pontinhos simples nessa “história”, quem estaria realmente mais interessado nesse encontro? Reguffe ou Liliane? Vale um ditado que diz: nem tudo que reluz é ouro. E acredito que essa máxima cabe perfeitamente na resposta dada por Reguffe sobre o encontro dos dois parlamentares. Sem contar, claro, com a nítida indelicadeza do pretenso candidato, que conseguiu transformar essa reunião numa bela “descortesia”.

Para mim é “história da carochinha”, ou melhor parece a historia do personagem infantil Kimi.

Fonte: Edson Sombra / Redação – 25/10/2013

Israel Carvalho

Diretor-Presidente do portal Gama Cidadão, Jornalista nº. DRT 10370/DF, Multimídia e Internet Marketing.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios